segunda-feira, 21 de julho de 2008

Alfama

Tipologia: Bairro

Localização: Alfama, Lisboa

Descrição:
Alfama é um bairro histórico de Lisboa que actualmente abrange as freguesias de São Miguel e Santo Estevão.
A sua existência remonta ao tempo dos mouros e o seu topónimo está associado às fontes termais de água quente – Alhama- que nessa zona abundavam.
Essas águas com temperaturas que nalguns casos se situam acima dos 20°C, e que chegaram mesmo a ser classificadas, em finais do século XIX, como águas minero-medicinais, foram exploradas pelo menos desde o século XVII como banhos públicos ou alcaçarias, que se mantiveram em actividade até às primeiras décadas do século XX.
Ainda durante o domínio muçulmano, poder-se-ia falar de uma Alfama do Alto, mais aristocrática, situada dentro da Cerca Moura, na parte oriental da actual freguesia da Sé, que comunicaria pela Porta de Alfama ou de São Pedro (na actual rua de São João da Praça) com uma Alfama do Mar, arrabalde popular.
Com o domínio cristão a designação Alfama foi-se alargando mais para leste, dentro dos limites da Cerca Nova ou Cerca Fernandina.
Este bairro foi outrora o mais agradável da cidade. As origens do declínio surgiram na Idade Média, quando os residentes ricos se mudaram para o oeste, deixando o bairro para uma população de pescadores e marinheiros.
Os prédios resistiram ao terramoto de 1755. Apesar de já não existirem casas mouriscas, o bairro conserva um pouco do ambiente, do casbá com as suas ruelas, escadarias e roupa a secar nas janelas.

Bibliografia:
ARAÚJO, Norberto de. "Peregrinações em Lisboa", livro X. Colecção Conhecer Lisboa, Vega, 2.ª edição, 1993
SANTANA, Francisco. "Dicionário da História de Lisboa". Lisboa, 1994
RAMALHO, Elsa Cristina et al. "As Águas de Alfama - memórias do passado da cidade de Lisboa"

Netgrafia :
http://alfamadowntown.blogspot.com/
http://alfama.wikidot.com/
http://alfama.wordpress.com/
http://amar-alfama.blogspot.com/
http://www.app-alfama.org/

Transportes: Eléctrico 28, 12 Autocarros: 759, 794, 745

3 comentários:

C Honrado disse...

Excelente.
Como sugestão tenho o Vale do Nabão junto a Tomar nas freguesias de Pedreira e Além da Ribeira. Zona rica m vestígios arqueológicos ainda por explorar.
Se se tornar uma realidade estou certa que será, a semelhançca deste, um trabalho de pesquisa que se tornará uma mais valia para os vossos conhecimentos assim como para o de todos os que tiverem a oportunidade de o verem através deste blog. Parabéns pelo trabalho e espero que não parem por aqui.

Maria disse...

Que bom que existe este blog:
Parabéns e continuem.
Só queria dizer, espero que não se importem,(eu sei que não), que penso que não podemos afirmar que os prédios em Alfama resistiram ao terramoto. O terramoto arrasou Lisboa, em Alfama caíram inúmeros prédios como em toda a cidade só que foram reconstruídos no mesmo local, daí o ter-se preservado o urbanismo. Muitos foram reconstruídos do r/c para cima, outros do 1º andar, outros de raiz, etc. Alfama infelizmente não ficou imune a este terramoto que se fez sentir até no norte da Europa.
Mais uma vez muitos parabéns pelo vosso blog. bom trabalho e boas férias para as duas! Boas notas também.

Raul Nobre disse...

Alfama tem uma importância histórica excepcional.Está intimamente relacionada com factos nossos conhecidos:
-A ocupação romana (visitar as ruinas do teatro romano)
-A conquista de Lisboa por D.Afonso Henriques (visitar os locais onde se localizaram os 3 acampamentos dos cruzados que auxiliaram no cerco, onde ficaram sepultados alguns milhares cujas ossadas lá se encontram, e onde foram edificadas igrejas em sua memória)
-Em Alfama situava-se o Paço Real, onde viveram os nossos primeiros reis (onde agora está o Limoeiro)
-Após o assassíneo de D.Inês de Castro,naquelas noites em que D.Pedro não conseguia adormecer, era nas ruas dos arredores do Paço (hoje Limoeiro) que ele dava largas à sua ébria loucura chamando o povo para beber e dançar até o dia romper
-D.João I (Mestre de Avis) nasceu em Alfama na travessa dos Paços do Mestre (hoje Trav dos Armazens do Linho, onde fica a casa de fados Bacalhau de Molho)
-Foi ali que o Conde Andeiro foi morto e lançado da varanda do Paço para a rua
-O primeiro Hospital da Misericórdia e respectiva Igreja (fundado por D.Leonor) localiza-se em Alfama (ainda resta a sacristia - não deixar de visitar)
-A primeira Universidade de Lisboa situou-se em Alfama (Rua das Escolas Gerais, no Pátio dos Quintalinhos, hoje abandonada aos ratos e a caír de podre - vale a pena visitar)
-Em Alfama existem fontes termais de águas quentes, abandonadas por estarem inquinadas com as águas a correrem para o Tejo (daí o nome - Alhama significa fontes quentes). Ver a localização dos Banhos do Baptista (hoje agência do BPI); Banhos de D.Clara (hoje agència do Millenium); Alcaçarias do Duque do Cadaval (hoje casa chinesa dos 300); Banhos do Mosteiro (hoje casa particulares); Banhos do Doutor (hoje Restaurante O Patrono);etc
-Em Alfama os barcos iam ''fazer aguada'' pois as águas do Tejo chegavm próximo da muralha. Ver os locais do Chafariz da Praia( hoje dentro do Museu do Fado),do Chafariz dos Paus, etc
-Visitar o local da Ribeira Velha (A Ribeira Nova é a actual Praça da Ribeira ao Cais do Sodré)
-Etc, Etc, Etc
Parabéns pelo vosso blog e felicidades na vossa carreira

Verdes Anos